Aulas em universidades e escolas são suspensas nesta segunda

Ao menos 13 estados optaram pelo cancelamento diante da continuação da greve dos caminhoneiros

Divulgação

Nesta segunda-feira (28), as aulas de algumas universidades federais do país e de escolas da rede estadual foram suspensas por conta da paralisação dos caminhoneiros, que afetou o transporte escolar e reduziu as frotas de ônibus nos estados.

Em ao menos 13 estados não haverá aula nas federais: Bahia, Maranhão, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, Sergipe, São Paulo e Tocantins. Na rede estadual de ensino, em três estados: Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Sergipe.

Entre as capitais brasileiras, apenas a rede municipal do Rio de Janeiro não terá aulas nesta segunda. Em São Paulo, a USP e a Unicamp também tiveram suas atividades letivas suspensas.

Como anda a greve?

Mesmo após o novo pronunciamento do presidente Michel Temer no último domingo (27), anunciando as novas medidas para conter a paralisação, caminhoneiros seguem em protesto em ao menos 23 estados mais o Distrito Federal.

Temer anunciou que o preço do diesel sofrerá uma redução de 0,46 centavos por litro pelos próximos 60 dias. Além disso, o governo publicou três medidas provisórias isentando a cobrança de pedágio para eixo suspensa, a garantia de 30% dos fretes para autônomos e uma tabela com valores mínimos para os fretes rodoviários.

Confira tudo sobre a greve no Especial ReclameAQUI Greve dos Caminhoneiros!

Entidades que representam caminhoneiros aprovaram as medidas, mas disseram que precisam de tempo para desmobilizar os motoristas parados nas estradas. A Petrobras reduziu o preço da gasolina em 2,8% nesta segunda-feira.

Confira tudo sobre a greve no Especial ReclameAQUI Greve dos Caminhoneiros!

Leia também: Varejistas sentirão impacto da greve de caminhoneiros por cerca de 2 meses, diz Reclame AQUI

Fonte: G1

Faça um comentário