Anvisa proíbe venda de lotes de queijo Friolack

Produtos estavam contaminados por bactéria capaz de provocar infecções

Reprodução/Friolack

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu a distribuição e a comercialização de três lotes de queijos da marca Friolack. Os lotes estavam contaminados pela bactéria Listeria monocytogenes, capaz de provocar listeriose e infecções no sistema nervoso central, entre outros problemas.

Os seguintes produtos, fabricados pela empresa Laticínios Fariolack Ltda – ME, foram proibidos pela Anvisa:

  • Lote 290 do Queijo Prato Lanche – Fatiado e Interfolhado, com data de fabricação em 11 de novembro de 2017 e validade em 9 de fevereiro de 2018;
  • Lote 303 do Queijo Mussarela Fatiado, fabricado em 30 de outubro de 2017 e validade em 28 de janeiro de 2018;
  • Lote 312 do Queijo Coalho, com fabricação em 6 de novembro de 2017 e validade em 4 de fevereiro de 2018.

A fabricante deve remover o estoque existente no mercado por determinação da agência reguladora do setor. Esta medida está na Resolução – RE n° 3414, publicada no Diário Oficial da União.

O que a Friolak disse sobre o caso

Em nota, a Friolak afirma que, preocupada com a qualidade e a segurança dos produtos que oferece, exerce um rigoroso controle em todas as etapas do processo de fabricação dos produtos, desde a matéria-prima, seleção dos ingredientes até a fase final da embalagem, distribuição e chegada ao consumidor final.

A empresa acrescenta que, para garantir e certificar a qualidade de seus produtos, realizou imediatamente análises microbiológicas em laboratório próprio, de amostras do schelf life e efetuou o envio de amostras destes lotes para laboratório credenciado junto ao MAPA (Laboratório Unianálises/Univates) para pesquisa de microrganismo Listeria monocytogenes, nos mesmos lotes de produtos questionados. O laudo, segundo a empresa, não apresentou nenhuma irregularidade. 

Fonte: O Globo

Leia tudo sobre

Alimentação Anvisa

Faça um comentário