Anvisa proíbe lote de canela em pó por presença de pelo de roedor

Lote de produto Santa Bárbara tem validade até 2 de agosto de 2020

eAlisa

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) suspendeu a distribuição e a venda da canela em pó da marca Santa Bárbara por presença de fragmentos de pelo de roedor. O lote foi fabricado em 2 de agosto de 2017, com validade até 2 de agosto de 2020.

Segundo a Anvisa, cabe à fabricante — Comercial Santa Bárbara Franca Ltda. — recolher o estoque existente no mercado, em todo o território nacional. A determinação foi publicada no Diário Oficial da União da última segunda-feira, dia 11.

O alerta sobre a irregularidade no produto já havia sido feito por meio de uma notificação da Gerência Colegiada da Superintendência de Vigilância Sanitária, de 17 de janeiro de 2018, publicada em Diário Oficial do Estado de Minas Gerais, determinando a interdição cautelar do referido lote.

Viu essa? Facebook libera nova funcionalidade de "descurtir" comentários

Fonte: Extra

Leia tudo sobre

Alimentação Anvisa Feed

Faça um comentário