ANS suspende 26 planos de saúde de operadoras de todo o país

A medida, que envolve 11 empresas, começa a valer na próxima segunda (10)

tsalko

A comercialização de 26 planos de saúde de 11 operadoras foi suspensa pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) por conta de reclamações relacionadas à cobertura assistencial. A medida começará a valer na próxima segunda-feira, dia 10.

Juntos, os planos somam 75.500 beneficiários. A agência informou que esses usuários terão a assistência regular garantida. No entanto, para que os planos voltem a ser comercializados para novos clientes, as operadoras deverão comprovar melhorias no atendimento.

Confira a lista completa da suspensão aqui!

O Monitoramento da Garantia de Atendimento avalia as operadoras a partir das reclamações registradas pelos beneficiários nos canais da ANS. Neste ciclo, foram consideradas as demandas (como negativas de cobertura e demoras de atendimento) recebidas no segundo trimestre de 2018. O objetivo é estimular as operadoras a qualificarem o atendimento prestado aos consumidores.

Reclamações

No trimestre compreendido entre 1º de abril a 30 de junho de 2018, a ANS recebeu 17.171 reclamações de natureza assistencial. Desse total, 16.189 foram consideradas para análise pelo Programa de Monitoramento.

No Reclame Aqui, os planos de saúde receberam mais de 37 mil reclamações só neste ano (até agosto) – um aumento de 11,5% em relação ao mesmo período do ano passado, quando houveram 33 mil queixas.

Os cinco principais problemas relatados, ainda até julho, foram:

  • Cobrança indevida - 14,3%
  • Dificuldade para agendamento de consultas, exames e cirurgias - 11,2%
  • Demora para autorização de consultas, exames e cirurgias - 10%
  • Rede de credenciamento/descredenciamento - 6,4%
  • Mau atendimento - 6%

Se você passar por qualquer problema com sua operadora, Reclame Aqui!

Sabia? Tempo máximo de espera no SAC deve ser de 1 minuto

Fonte: O Globo

Faça um comentário