Aneel anuncia redução de 18% em cobrança de bandeira vermelha

A partir de setembro, taxa cairá de R$ 5,50 para R$ 4,50 a cada 100 kWh consumidos

ReclameAQUI

Parece que finalmente o bolso do consumidor terá um alívio. Pode ser pequeno, mas já é alguma coisa! A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta sexta-feira, dia 28, o desconto de 18% na bandeira tarifária vermelha. Com isso, a partir de setembro, a taxa para cada 100 kWh consumidos cairá de R$ 5,50 para R$ 4,50.

A mudança é resultado da melhora do regime de chuvas e da redução do consumo de energia, devido à desaceleração econômica. Esse cenário mais favorável teve como consequência o desligamento das térmicas de maior custo.

Problemas com abastecimento de energia na sua casa? Reclame AQUI!

Considerando o consumo médio residencial brasileiro, o impacto médio nas contas de luz das famílias será de 2%. Isso equivale a uma redução de R$ 1,7 bilhão na arrecadação das empresas de distribuição até o fim do ano.

Não há previsão para troca de bandeira

A mudança da cor da bandeira, no entanto, não tem previsão, e permanecerá vermelha no próximo mês. O diretor-geral da Aneel, Romeu Rufino, afirma que a mudança para a bandeira amarela não é um cenário provável para os próximos meses. “A situação não melhorou a ponto de o consumidor poder relaxar na sua prática de economia de energia", disse.

Na bandeira amarela não há alteração, continuando a cobrança em R$ 2,50 por 100 kWh consumidos. Já na bandeira verde, não há cobrança adicional.

Mesmo com a queda para R$ 4,50, a "taxa extra" vermelha do setor elétrico continua mais cara que a cobrança prevista originalmente, que era de R$ 3 até fevereiro deste ano, quando os valores foram reajustados.

Fonte: A Tribuna / G1

Leia tudo sobre

Aneel Economia Energia

Faça um comentário