Anatel anuncia que rede de orelhões deve diminuir em todo o país

De acordo com o presidente da Agência, a utilização dos telefones públicos teve queda

Reprodução/Internet

A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) declarou na última terça-feira, dia 4, que está fazendo atualmente a revisão quinquenal dos contratos de concessão de telefonia fixa e do plano geral de metas de universalização. De acordo com o presidente da Agência, João Rezende, uma das mudanças será na diminuição do número de orelhões espalhadas pelo país. Você tem o costume de usar esse serviço? Sentirá falta dos telefones ao andar pelas ruas?

“O que existe de decisão neste momento é que vamos fazer uma readequação na planta de orelhões, já que a utilização dos telefones públicos teve uma queda”, afirmou o presidente.

Veja também: Sem sinal, consumidores voltam aos orelhões em SP

Sobre o marco regulatório dos contratos de  concessão, que inclui obrigações como a entrega de ativos ao fim do pacto, Rezende diz que "isso depende de decisão do governo e de avaliação do Legislativo”.

Cobrança de roaming

O Reclame AQUI Notícias falou recentemente de um Projeto de lei que proíbe operadoras de telefonia celular da cobrança de roaming. Sobre isso, o presidente afirmou que ainda é uma questão que será estudada na Anatel. “Precisamos analisar. Fizemos uma redução substancial das tarifas interconexão e precisamos ver os impactos dessas medidas. Precisamos estudar isso, porque estamos no meio de um processo de queda das tarifas interconexão que vai chegar em 2018 a R$ 0,04 e era R$ 0,48. Para cada medida precisamos analisar os impactos”, destacou.

Sua operadora fez uma cobrança de roaming indevidamente? Reclame AQUI!

Fonte: EBC

Faça um comentário