Anac autoriza reajuste de tarifas de embarque em aeroportos da Infraero

Valor máximo de embarque doméstico passará de R$ 31,27 para R$ 32,95

Reprodução/Governo Federal

Nesta última quarta-feira (16), a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) publicou no Diário Oficial da União um reajuste de 5,39% para o teto das tarifas de embarque, conexão, pouso e permanência nos aeroportos administrados pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero).

Com essa mudança, a tarifa máxima de embarque doméstico a ser paga pelos passageiros passará de R$ 31,27 para R$ 32,95 e a tarifa máxima de embarque internacional passará para R$ 58,35. Os viajantes ainda terão que pagar até US$ 18 adicional do Fundo Nacional de Aviação Civil (FNAC).

As tarifas têm como finalidade remunerar a prestação dos serviços, instalações e facilidades disponibilizadas nos aeroportos. Os valores pagos em aeroportos administrados pela iniciativa privada têm reajustes em datas diferentes, dependendo do contrato de concessão.

Já leu? Principais cias aéreas sofrem aumento de 40,7% nas queixas em 2018

Fonte: G1

Leia tudo sobre

Aeroportos Anac Cias Aéreas Feed

Faça um comentário