Acabou a Black Friday, mas ainda pode haver problemas na compra

De quarta-feira a domingo, consumidores registraram 13.324 reclamações de marcas e produtos

Reclame AQUI

A Black Friday já acabou, mas tem consumidores que ainda vão aproveitar as ofertas estendidas das marcas. Além disso, nessa segunda-feira ainda rolou a Cyber Monday (a “segunda-feira cibernética”, quando aconteceram alguns saldões de Black Friday ainda). Isso significa que ainda pode haver problemas nas compras daqui pra frente.

De acordo com o diretor de operações do Reclame AQUI, Felipe Paniago, as ações de prevenção nas compras continuam valendo. “Se o consumidor pesquisou e achou estranha a promoção, ou o valor do produto antes e depois de ter colocado no carrinho...se houve falha, deve reclamar e exigir seus direitos. Faça prints para tentar resolver, para poder apresentar para as empresas e, agora, fique de olho no prazo de entrega do produto que comprou. E calcule bem os dias úteis para monitorar se o produto chega conforme o combinado”, orienta Paniago.

Leia também: Se sentiu lesado em compra na Black Friday? Saiba seus direitos e como agir

Reclamações da edição 2019 superam 2018 em mais de 40%

Na edição 2019 da Black Friday, as reclamações superaram as de 2018 acima de 40%. Entre as 11h de quarta-feira (27), quando o Reclame AQUI iniciou o monitoramento de reclamações, até esse domingo (1), às 23h59, foram registradas pelos consumidores 13.324 reclamações. O volume é 46,12% maior que o mesmo período de 2018.

Apenas nesse sábado e domingo, foram 4.550 queixas, enquanto que em 2018 foram 3.510. Até o fim do mês de janeiro de 2020, uma tag na área de reclamações vai continuar disponível para o consumidor. Essa tag aparece na hora de registrar a queixa e questiona se ela se refere ou não à Black Friday. “Após o período de compras, continuamos a monitorar a fase de entrega de mercadorias, e nesse período há um volume considerável de reclamações”, finaliza o diretor de operações.

Leia tudo sobre

Black Friday Feed

Faça um comentário