Veja como 15 empresas de doces e chocolate atendem seus consumidores

Levantamento do Reclame AQUI aponta melhores fábricas e principais motivos de reclamações

Divulgação | Prefeitura de Cariacica

O Reclame AQUI analisou o setor "bomboniere", que reúne as principais fabricantes de doces e chocolates do Brasil. No primeiro trimestre deste ano, já foram feitas 2.286 reclamações contra 2.639 no mesmo período de 2016, o que representa uma queda de 13% no volume de queixas na categoria.

No levantamento, também é considerada a avaliação dos consumidores em relação ao atendimento nos últimos seis meses, que representa a reputação mais recente das empresas no Reclame AQUI.

Bomboniere: veja as melhores e piores fabricantes do setor

As 15 empresas que tiveram mais reclamações nos três primeiros meses de 2017 tiveram um desempenho positivo no atendimento nos últimos seis meses. Juntas, as marcas responderam 99,9% dos casos, sendo que 80,8% foram solucionados.

 

Empresas

No primeiro trimestre de 2017, a Mondelez - Fraft Foods Brasil recebeu 504 reclamações e começou o ano com o maior volume de queixas no setor. De acordo com o atendimento e avaliação de seus clientes no Reclame AQUI nos últimos seis meses, sua reputação foi "regular", com 99,7% de reclamações respondidas e 61,6% que tiveram solução.

Do segundo ao 15º lugar, todas as empresas responderam 100% das reclamações. A Bauducco teve 471 reclamações no trimestre e, nos últimos seis meses, resolveu 72,8% com reputação "boa" segundo a avaliação de seus consumidores.

 

Melhores atendimentos

Com 253 reclamações no trimestre, a Nestlé ocupa o terceiro lugar em reclamações. Nos últimos seis meses, a empresa conquistou o Selo RA 1000, melhor avaliação concedida nas avaliações dos consumidores no Reclame AQUI. Para alcançar esse patamar, a empresa resolveu 90,3% das reclamações.

Além da Nestlé, a Chocolates Garoto e a Marilan também são duas empresas que possuem o Selo RA 1000, com excelência em atendimento nos últimos seis meses. A Chocolates Garoto recebeu 211 reclamações nos três primeiros meses, ficando em quarto lugar no período, e conseguiu resolver 90% dos casos de seus consumidores no último semestre.

A empresa que mais resolveu no setor de bomboniere foi a Marilan, com 98,1% de reclamações solucionadas. No trimestre, aparece na nona posição com 42 queixas.

Veja as 15 empresas com mais reclamações no primeiro trimestre de 2017

Pos. Empresa Reclamações* Respondidas** Resolvidas** Reputação**
1 Mondelez - Kraft Foods Brasil 504 99,7% 61,7% Regular
2 Bauducco 471 100% 72,8% Bom
3 Nestlé 253 100% 90,3% RA1000
4 Chocolates Garoto 211 100% 90% RA1000
5 Cacau Show 157 100% 70% Bom
6 Ferrero do Brasil - Kinder, Nutella, Tic Tac, Ferrero Rocher 73 100% 89,4% Ótimo
7 Hersheys do Brasil 56 100% 67,2% Bom
8 Arcor do Brasil 51 100% 81,3% Bom
9 Marilan 42 100% 98,1% RA1000
10 Cadbury Adams 41 100% 74,1% Ótimo
11 Masterfoods Brasil (MARS Brasil Alimentos ) 35 100% 89,2% Ótimo
12 Kopenhagen 34 100% 87,1% Ótimo
13 Visconti 29 100% 73,3% Bom
14 Peccin Doces 20 100% 80% Ótimo
15 Chocolates Brasil Cacau 15 100% 88% Ótimo

* reclamações realizadas no primeiro trimestre de 2017
** dados referentes aos últimos seis meses (01/09/2016 a 28/02/2017)

 

Principais queixas

Entre as reclamações da categoria no primeiro trimestre de 2017, os consumidores se queixaram mais de consistência estranha nos produtos, com 20% de parcela entre os motivos. Em segundo lugar, sabor ruim foi o motivo de reclamação para 12% dos casos. Outros 9% reclamaram de insetos na embalagem.

10 motivos de reclamação mais comuns no setor no primeiro trimestre de 2017

Pos. Motivos de reclamações %
1 Consistência estranha 20%
2 Sabor ruim 12%
3 Insetos na embalagem 9%
4 Conteúdo menor que o informado na embalagem 8,8%
5 Mofado 8,5%
6 Objeto estranho na embalagem 6%
7 Embalagem aberta 5,7%
8 Cor estranha 5,1%
9 Má qualidade 4,9%
10 Produto errado 2,8%

Leia tudo sobre

Atendimento Páscoa

Faça um comentário