SBT, Record e Rede TV devem voltar temporariamente às TVs a cabo

Acordo entre Simba e Proteste permite transmissão enquanto negociações não avançam

Divulgação

Em março deste ano, o SBT, Record e Rede TV! saíram da programação das TVs a cabo depois de não entrarem em acordo com as operadoras após o desligamento do sinal analógico. O caso resultou em polêmica e inúmeras queixas no Reclame AQUI.

Meses depois, parece que os clientes terão acesso novamente aos canais - pelo menos temporariamente. Isso porque a Proteste, em parceria com o Instituto Nacional de Defesa do Consumidor (Inadec), negociou junto ao grupo Simba Content (representante dos três canais) a retomada das transmissões.

No acordo entre a Simba e as entidades de defesa do consumidor feito na última quinta-feira, dia 29, ficou decidido que enquanto as negociações com as operadoras não avançam, as emissoras de TV disponibilizariam o sinal aos clientes.

Negociações continuam

Em comunicado, a Simba esclareceu que não encerrou as negociações dos sinais. “Continuamos perseguindo a negociação em torno de um valor justo, de forma equilibrada e de boa fé com todas as operadoras”.

“A Simba se posicionou favorável a isso, desde que fiquem preservados integralmente os diretos de negociar os sinais das emissoras de forma onerosa e sem prejuízo das ações em andamento”, concluiu.

Direitos dos clientes

Diferente do caso da saída do canal Fox da Sky em fevereiro deste ano, em que os clientes poderiam exigir seus direitos de desconto ou substituição do canal, dessa vez os assinantes não podem reclamar da falta do SBT, Record e Rede TV! de suas TVs a cabo.

Nos contratos das operadoras, está claro que a transmissão de canais abertos não integra o preço de nenhum plano de serviço, pois são considerados cortesias. Por isso, podem ser excluídos ou alterados sem que isso gere ao cliente o direito de ter descontos ou reembolsos.

Passou por problemas com sua operadora de TV a cabo? Reclame AQUI!

Fonte: IG

Faça um comentário