Pizza com sabor meio a meio pode ser cobrada pelo sabor mais caro, em SP

Nas cidades de Santos e Amparo, a pizza de dois sabores é cobrada pela divisão dos preços dos dois sabores

Reprodução

A saga do debate sobre a pizza de dois sabores continua. Há muitos anos, virou praxe para a maioria das pizzarias cobrar, dos consumidores que escolham a pizza com metade de um sabor e metade de outro, pelo valor do sabor mais caro. No entanto, a prática gera reclamações de alguns consumidores que entendem que o certo deveria ser a divisão exata dos valores.

Restaurantes: 10 direitos e deveres que todo consumidor tem

No entanto, de acordo com o Procon (Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor) de Americana, apesar de o Código de Defesa do Consumidor impedir a cobrança, o estabelecimento em si não é obrigado a vender uma pizza com metade de cada sabor e, sendo assim, caso o faça, pode cobrar o preço que lhe é conveniente de acordo com o entendimento da lei por parte de órgãos de algumas regiões.

Em reportagem do portal O Liberal, o órgão só exige que caso seja cobrado o preço do sabor mais caro, isso deve ser avisado antecipadamente ao consumidor, ainda que de forma verbal, caso o pedido seja feito por telefone.

Delivery: veja os 6 serviços com mais reclamações

 

Questão regional

Ainda de acordo com o texto do site, o Procon de Americana explica que a cobrança de pizzas com dois sabores é uma questão regional e que uma lei ou orientação diferentes podem existir em outros municípios brasileiros e até no próprio Estado. Cidades paulistas como Santos e Amparo estabeleceram que em seu território a cobrança do meio a meio deve ser pela divisão dos preços dos dois sabores.

Entenda melhor como funciona a cobrança.

Leia tudo sobre

Restaurantes

Faça um comentário