Mais uma marca de molho de tomate é interditada; lote deve ser recolhido

Consumidores podem pedir a troca do produto pelo site da empresa

Divulgação

A Anvisa determinou nesta sexta-feira, dia 12, a proibição do lote L25 20:54 M3-1 do produto Molho de Tomate com pedaços tradicional da marca Heinz em todo o território nacional. O lote em questão deve deixar de ser vendido e distribuído no país.

Segundo a vigilância sanitária, a interdição decorre de “análises fiscais realizadas e dos resultados laboratoriais obtidos” que vão contra as normas sanitárias.

Não é a primeira vez: Extrato de tomate tinha muito pelo de roedor

Mais especificamente, a infração diz respeito à resolução número 14, que regula o uso de diferentes embalagens em produtos industrializados e estabelece um limite para a presença de materiais estranhos e microrganismos nos produtos.

 

Consumidores podem pedir troca do produto

A Heinz enviou voluntariamente um comunicado de recolhimento do produto, anteriormente à resolução da própria agência. A empresa enviou uma nota de esclarecimento à reportagem da EXAME. Confira na íntegra:

“A Heinz Brasil informa que está recolhendo voluntariamente o Lote 25 20:54  M3-1 do molho de tomate com pedaços da marca Heinz, na embalagem sachê, com validade de 25 julho de 2017, devido à identificação de não conformidade com a RDC nº14/14 da ANVISA.

 Aos consumidores que ainda possuírem unidades do lote em questão, recomenda-se entrar em contato por meio do número 0800 773 7737 ou pelo site www.heinzbrasil.com.br para a substituição do produto sem custos.

 A Heinz Brasil reitera seu total compromisso com o consumidor e com o alto padrão de qualidade de suas marcas globalmente. A companhia ressalta ainda que constantemente monitora e investe em novas tecnologias e na capacitação do seu pessoal, atuando fortemente na melhoria dos processos de qualidade e na Segurança de Alimentos alinhada às melhores práticas internacionais.”

Fonte: Exame

Leia tudo sobre

Alimentação Recall

Faça um comentário