Cliente de operadora diz que recebeu 62 ligações de cobrança em 12 dias

Algumas das ligações da Vivo aconteceram após as 23h

Arquivo Pessoal | Max Ferreira

Um cliente da Telefônica Vivo diz ter recebido, no período de 12 dias, 62 ligações de cobrança por uma fatura que já havia sido paga. Uma média de 5 ligações por dia.  Além disso, o servidor público Max Ferreira Silva alegou que alguns contatos foram feitos pela operadora após as 23h.

O número e o horário das ligações é considerada uma prática abusiva. Em nota enviada à reportagem do G1, a Vivo disse que “sempre respeita os horários conforme a legislação”.

Está com problemas no atendimento de sua operadora? Reclame AQUI!

O caso aconteceu em Vitória, no Espírito Santo. O cliente explicou que a conta de telefone do mês de dezembro venceria no dia 26, que caiu em um sábado. Por conta das festas de fim de ano, o pagamento só foi efetuado no dia 29 do mesmo mês.

Mesmo assim, o cliente passou a receber cobranças por telefone de pessoas que diziam ser atendentes de telemarketing a serviço da Vivo. Do dia 7 de janeiro até 18 de janeiro, Max contabilizou 62 ligações. “Me sinto constrangido por receber uma cobrança na qual não estou inadimplente, mas o que me constrange mais ainda é o horário da ligação. Já recebi uma ligação às 23h43, já estava em horário de descanso”, disse.

O Código de Defesa do Consumidor não estabelece um horário de restrição para que as ligações de cobrança ou oferta de serviços sejam efetuadas, mas subentende-se que alguns horários são inconvenientes para esse tipo de contato.

Ligações gravadas

Diante da insistência da operadora, Max passou a gravar as ligações de cobrança que recebeu. Uma delas, datada no dia 14 de janeiro, aconteceu às 20h31. Nela, o consumidor questiona sobre o horário da ligação, e a atendente diz “tipo assim, eu entendo os outros, sabe? Eu sei que é chato”.

Em outra gravação, do dia 17 de janeiro, Max novamente reclama com a atendente em questão. “Hoje é 17 de janeiro de 2016, domingo, 9h05 da manhã. (...) Eu mal acordei. Você acha justo? Não deu nem tempo de eu levantar do descanso de uma semana puxada e recebo uma ligação da Vivo me cobrando? Você acha justo?”, pergunta o cliente.

Em resposta, a atendente do outro lado da linha disse que estava apenas cumprindo com a obrigação dela.

Ação na Justiça

Max foi comunicado pela Vivo de que o pagamento da fatura referente a dezembro havia sido registrado. Mesmo assim, ele entrou com uma ação contra a empresa por danos morais. A audiência foi marcada para o dia 1º de março.

Vivo

Em nota, a Telefônica Vivo informou que o caso mencionado pela reportagem está em apuração interna.

“Se for constatada a conduta incorreta dos atendentes, a companhia tomará as medidas administrativas cabíveis por considerar essa prática totalmente desalinhados de suas políticas e valores. Além disso, a orientação aos profissionais será reforçada, além da empresa adotar ações preventivas para evitar que situações desse tipo voltem a ocorrer”, diz a nota.

Fonte: G1

Faça um comentário