Anvisa proíbe marca de cosméticos por falta de registro

Produtos como “Clear Plus Repositor de Massa” e “Creme para Fissuras Clear Plus” eram comercializados clandestinamente

Reprodução

Todos os cosméticos que apresentem nos rótulos a indicação: “Fabricado por: StarClear Cosméticos”, bem como todos os produtos fabricados pela empresa José de Brito Daniel, foram proibidos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) na última quarta-feira, dia 3.

O órgão constatou que todos os cosméticos comercializados pela empresa não possuíam registro ou cadastro sanitário. Produtos como “Clear Plus Repositor de Massa” e “Creme para Fissuras Clear Plus” eram comercializados clandestinamente e, além disso, a empresa, José de Brito Daniel (Ravvivare Cosméticos) não possuía autorização de funcionamento.

A Anvisa determinou, portanto, a proibição do comércio e a apreensão das unidades dos cosméticos.

Mais proibições

O produto "Botox 3D Lisieux France Sungold", fabricado pela empresa B.E.G Indústria e Comércio de Cosméticos, também foi proibido pela Anvisa, dessa vez por excesso no teor de formaldeído. O cosmético apresentou resultado insatisfatório no ensaio do teor de formaldeído para o lote 2014116T84.5.

A Agência determinou a proibição e o recolhimento do estoque existente no mercado.

Fonte: Anvisa

Leia tudo sobre

Anvisa

Faça um comentário